Transformação: De odres velhos para odres novos

outubro 27, 2009 by  
Filed under Artigos

MC 2:22
Ninguém põe vinho novo em odres velhos; do contrário, o vinho romperá os odres; e tanto se perde o vinho como os odres. Mas põe-se vinho novo em odres novos.

Quando Jesus falou acerca disso era costume da época se guardar o vinho em recipientes chamados de odres. Esses recipientes eram feitos de pele de animais. Havia toda uma preparação. A pele era secada, curada, até que pudesse conter o vinho.

Esses odres quando novos eram flexíveis, mas quando ficavam velhos perdiam a elasticidade. Se fosse derramado vinho novo nesse odre velho, devido a sua fermentação, ele estourava, rompia e o vinho se perdia.

Quando Jesus falava sobre isso Ele ensinava sobre a necessidade de mudanças. Jesus nos ensina com essa palavra que muitos cristãos estão vivendo empacados, com a visão limitada de Deus e das suas próprias capacidades.

Muitas pessoas estão paralisadas, esperando o agir de Deus em suas vidas, mas têm permanecido apenas esperando. E nós, como igreja, como os odres novos dessa geração, precisamos entender que a mudança deve partir primeiramente de cada um de nós.

Precisamos deixar de ser odres velhos. Precisamos ser transformados.

Mas como isso irá acontecer?
Pela renovação da nossa mente (pensamentos)
Rm 12 1-2
Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.  E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.

Ef 4:22-24
No sentido de que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe segundo as concupiscências do engano, e vos renoveis no espírito do vosso entendimento, e vos revistais do novo homem, criado segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade.

A batalha decisiva acontece em nossa mente, por isso ela precisa ser renovada dia-a-dia.

Para sermos verdadeiramente transformados em odres novos, e assim, estarmos prontos para receber o vinho novo, precisamos compreender o ciclo que vai gerar essa mudança.

O Ciclo

PENSAMENTO -> SENTIMENTOS -> ATITUDES

  • Os pensamentos definem os nossos sentimentos;
  • Os sentimentos definem as nossas atitudes;

Alguns sentimentos têm o poder de nos paralisar e são conseqüências dos nossos pensamentos:

Timidez, insegurança, baixa estima, incredulidade, desconfiança, negativismo, isolamento, egoísmo, ansiedade, medo…

Esses sentimentos vão definir as nossas atitudes, e assim, o nosso comportamento.

O que devo fazer?
1º Pensar de maneira diferente;

Fp 4:8
Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento.

Cl 3:2
Pensai nas coisas lá do alto, não nas que são aqui da terra;

2 Co 10:5
E toda altivez que se levante contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo.

2º Pensar diferente influenciará nosso sentimentos

3º Abandonar, desistir dos sentimentos infantis.

1 Co 13:11
Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, pensava como menino; quando cheguei a ser homem, desisti das coisas próprias de menino.

O Senhor tem os melhores pensamentos a nosso respeito. Ele faz planos para sermos vitoriosos.

Jr 29:11
Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais.

Fernando Borges
geracaoprofetica.wordpress.com
fernandaoborges@gmail.com

Enter Google AdSense Code Here

Comments

Tell us what you're thinking...
and oh, if you want a pic to show with your comment, go get a gravatar!